Olá, Seja Bem Vindo. Faça seu login ou cadastre-se!

Letras e Músicas

HOME ARTISTA GÊNERO PLAYLIST NOTÍCIAS
BandaArtistaLetra_F.php

Projota

Tipo: Artista
Localização: -1 / -1
Gênero: Hip Hop / Rap
Qtd. Acessos: 36901 Acessos
Qtd. Fãs: 0 Fã
Qtd. Álbuns: 0 Álbum
Qtd. Músicas: 79 Músicas
Qtd. Galerias: 0 Galeria
Esta banda não tem nenhum álbuns!
O Poeta
Sugerir novo Vídeo
Expandir Clip
A chuva cai molha a terra da minha vida e me afunda
Num mar de solidão e de tristeza profunda, mas
A cada gota de chuva que cai
É uma flor que irá crescer no momento em que a chuva
vai,
E deixo o sol lindo brilhar de novo no meu céu
Escrevo a vida como poesia no papel,
Escrevo a poesia como escrevo o meu destino
Sem medo de errar como um eterno menino.
Não vou deixa a tristeza me dominar
Saiu pra rua e deixo a rua me levar
Difícil o terno que quer me ver sempre na pior
Poucos merecem meu respeito os nome sei de cor
Tento por dentro ouvir minha voz e me encontrar
Descanso o que é pra espera e vê o que ele trará
E me preparo pra chegada de algo bom
Me encantando com cada batida, cada som, cada tom
Entrego minha voz me faz crer que a musica no fundo
Faz meu poema viver e me faz querer escrever e cantar
Não pra ganhar dinheiro, mas pra alguém se alegrar
E parar pra pensar e tentar entender
que o poeta vira gente
Quando alguém consegue compreender
que cada letra escrita por sua mão é um pedaço
Do que faz pulsar o seu coração

(Refrão)
Acredita e nada no mundo vai te parar
Acredita que acreditando pode voar
Bate as asas e vai
Bate as asas e vai
Bate as asas e vai
Bate as asas e vai
Acredita e nada no mundo vai te parar
Acredita que acreditando pode voar
Bate as asas e vai
Bate as asas e vai
Bate as asas e vai
Bate as asas e vai

Em cada olhar
Em cada sorriso busco a solução
A letra certa pra fazer minha composição
Busco a imaginação
Em toda minha atenção
Busco a palavra certa pra tocar o coração
De cada ser humano que quer se um ser melhor
De cada homem que eu encontrar ao meu redor
De cada filho de uma mãe sofrida
Cada mãe que vive a vida inteira procurando uma saída
Pra vencer, poder viver e ser aquilo que quer ser
Não depender de fome zero algum pra viver
Já tive fome por não encontra o que comer
Hoje a fome que eu tenho é fome de vencer
De ver minhas poesias espalhadas pelas ruas
E minhas poesias te inspirem a fazer as suas
Sou um poeta e o meu objetivo
É de que alguém lembre de mim enquanto ainda estou
vivo
Construo pontes entre minha sorte e o azar
Fico entre os dois ainda não sei onde será meu lar
Eu sou criança que não sabe ainda o que quer ser
Sou menino que chora por querer e não poder
Me importo com cada mendigo em cada calçada
Me inspiro com tudo mas também me inspiro com nada
Mas quando é como hoje, eu tenho um dia ruim
Eu deixo que minha alma fale sozinha por mim

(Refrão)
Acredita e nada no mundo vai te parar
Acredit
A chuva cai molha a terra da minha vida e me afunda
Num mar de solidão e de tristeza profunda, mas
A cada gota de chuva que cai
É uma flor que irá crescer no momento em que a chuva
vai,
E deixo o sol lindo brilhar de novo no meu céu
Escrevo a vida como poesia no papel,
Escrevo a poesia como escrevo o meu destino
Sem medo de errar como um eterno menino.
Não vou deixa a tristeza me dominar
Saiu pra rua e deixo a rua me levar
Difícil o terno que quer me ver sempre na pior
Poucos merecem meu respeito os nome sei de cor
Tento por dentro ouvir minha voz e me encontrar
Descanso o que é pra espera e vê o que ele trará
E me preparo pra chegada de algo bom
Me encantando com cada batida, cada som, cada tom
Entrego minha voz me faz crer que a musica no fundo
Faz meu poema viver e me faz querer escrever e cantar
Não pra ganhar dinheiro, mas pra alguém se alegrar
E parar pra pensar e tentar entender
que o poeta vira gente
Quando alguém consegue compreender
que cada letra escrita por sua mão é um pedaço
Do que faz pulsar o seu coração

(Refrão)
Acredita e nada no mundo vai te parar
Acredita que acreditando pode voar
Bate as asas e vai
Bate as asas e vai
Bate as asas e vai
Bate as asas e vai
Acredita e nada no mundo vai te parar
Acredita que acreditando pode voar
Bate as asas e vai
Bate as asas e vai
Bate as asas e vai
Bate as asas e vai

Em cada olhar
Em cada sorriso busco a solução
A letra certa pra fazer minha composição
Busco a imaginação
Em toda minha atenção
Busco a palavra certa pra tocar o coração
De cada ser humano que quer se um ser melhor
De cada homem que eu encontrar ao meu redor
De cada filho de uma mãe sofrida
Cada mãe que vive a vida inteira procurando uma saída
Pra vencer, poder viver e ser aquilo que quer ser
Não depender de fome zero algum pra viver
Já tive fome por não encontra o que comer
Hoje a fome que eu tenho é fome de vencer
De ver minhas poesias espalhadas pelas ruas
E minhas poesias te inspirem a fazer as suas
Sou um poeta e o meu objetivo
É de que alguém lembre de mim enquanto ainda estou
vivo
Construo pontes entre minha sorte e o azar
Fico entre os dois ainda não sei onde será meu lar
Eu sou criança que não sabe ainda o que quer ser
Sou menino que chora por querer e não poder
Me importo com cada mendigo em cada calçada
Me inspiro com tudo mas também me inspiro com nada
Mas quando é como hoje, eu tenho um dia ruim
Eu deixo que minha alma fale sozinha por mim

(Refrão)
Acredita e nada no mundo vai te parar
Acredit
Esta música ainda não possui tradução cadastrada!